A Pharmactiva é Uma Empresa Amiga da Criança

Em 13/08/2011, publicado em: Blog Pharmactiva, Fundação Abrinq por

A Pharmactiva é Uma Empresa Amiga da Criança

 Criado pela Fundação Abrinq em 1995, o Programa Empresa Amiga da Criança mobiliza empresas para uma atuação social em benefício de crianças e adolescentes no Brasil.

O Programa incentiva o investimento social privado em ações para a infância e adolescência e apoia as empresas na qualificação de suas ações, para que estejam em consonância com o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Clique aqui e veja exemplos de ações sociais aceitas pelo programa.

Vantagens de ser uma Empresa Amiga da Criança:

  • Fazer parte de uma rede de empresas comprometidas com a situação da infância brasileira;
  • Receber o direito de uso do selo Empresa Amiga da Criança, que agrega valor à sua marca e pode ser utilizado como um diferencial para a imagem da empresa;
  • Receber o kit de fidelização, com o diploma anual de Empresa Amiga da Criança, mousepad e um CD com informações e conteúdos relacionados à área da infância e adolescência;
  • Ter seu nome divulgado nos materiais e site da Fundação Abrinq;
  • Receber publicações da Fundação Abrinq, tais como o informativo impresso, relatório anual e boletins eletrônicos, enviados a pessoas, empresas, organizações e prefeituras de todo o país;
  • Ter a oportunidade de participar de eventos que discutam o investimento social de empresas na criança e no adolescente, promovidos pela Fundação Abrinq;
  • Receber subsídios técnicos para o desenvolvimento e aprimoramento de suas ações sociais;
  • Ao ser reconhecida como “Amiga da Criança”, a empresa pode utilizar o selo em suas embalagens e demais materiais de divulgação – como site, papelaria, notas fiscais, adesivos, cardápios, etiquetas, luminosos, sacolas, malas diretas, banners e anúncios, entre outros;
  • O selo Empresa Amiga da Criança não poderá ser utilizado em embalagens ou materiais de produtos e serviços impróprios ou inadequados para crianças e adolescentes e que não respeitem sua condição peculiar de pessoa em desenvolvimento.

Evolução do selo Empresa Amiga da Criança

Linha do Tempo

  • Em 1993 realizaram-se campanhas de denúncia, exposições de fotografias, e a divulgação do vídeo “Profissão: criança”, de autoria da cineasta Sandra Werneck.
  • Em 1994 a Fundação Abrinq realizou uma exposição fotográfica que denunciava, pela primeira vez no país, a situação de crianças trabalhadoras, cujas fotos estão publicadas no livro Crianças de Fibra, de Iolanda Huzak e Jô Azevedo.

A partir dessa ação a Fundação Abrinq lançou em 1995 o Programa Empresa Amiga da Criança, com o objetivo de mobilizar organizações do setor produtivo para o combate à exploração da mão-de-obra de crianças e adolescentes.

Nesse mesmo ano, a Fundação Abrinq procurou a Revista Atenção com denúncias de utilização de trabalho infantil em cadeias produtivas de diversas grandes empresas no Brasil. O dossiê se transformou na reportagem “Nossas crianças: a sucata do progresso”, que mostrava como a produção de produtos como suco de laranja, açúcar e álcool, carvão e calçados se beneficiava, em alguma parte do processo produtivo, do trabalho de crianças.
Após esse momento, cuja estratégia principal era de denúncia, a Fundação Abrinq passou a construir parcerias e articular compromissos públicos, através de pactos com associações empresariais que se dispõem a atuar no combate ao trabalho infantil.

Em seis anos de atuação, o programa pôs o tema do combate ao trabalho infantil em evidência e participou da articulação de 10 pactos em cadeias produtivas tais como cana-de-açúcar, laranja, calçados e fumo.

A Fundação Abrinq também é instituição fundadora do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, que surgiu em novembro de 1994 com o objetivo de articular as iniciativas do governo e da sociedade para erradicar o trabalho infantil, passamos a integrá-lo em junho de 1995 e participamos até 2003 da coordenação colegiada. O Fórum reúne representantes do governo, trabalhadores, empresários e organizações da sociedade civil na busca de uma política nacional efetiva de combate ao trabalho infantil.

Em 1995 também foi lançado, nacionalmente, o Programa Empresa Amiga da Criança em Brasília/DF.

Em 2001 o Programa Empresa Amiga da Criança foi reestruturado, envolvendo outros temas que não só o combate ao trabalho infantil. Esses novos compromissos referem-se a ações das empresas com os colaboradores, fornecedores e com a comunidade.

Desta forma a parceria estabelecida em 2005 junto a Organização Internacional do Trabalho – OIT e aos Fóruns Estaduais de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, no Programa de Duração Determinada para Contribuir à Prevenção e Erradicação das Piores Formas de Trabalho Infantil no Brasil se torna estratégico para o fortalecimento do Programa, pois nossa atuação é de âmbito nacional, referendando nossa ação direta com o setor privado e resgatando os objetivos iniciais:

  • aumentar o número de ações empresariais em benefício da criança brasileira, contribuindo com a prevenção ao trabalho infantil;
  • incentivar o compromisso empresarial de não utilização de mão de obra infantil, contribuindo para a erradicação do trabalho infantil;
  • Promover parcerias entre:
    -Órgãos governamentais e empresas privadas,
    -ONGs e empresas privadas.

Em 2008 foi lançado um novo sistema de cadastramento, desenvolvido com a finalidade de conhecermos as diferentes características das empresas e proporcionar maior agilidade no preenchimento de dados, a partir de questões de múltipla escolha. Este sistema permite que, nos próximos anos, o Programa possa fazer uma análise da evolução dos investimentos sociais realizados pelas empresas.

Entre os compromissos que as empresas assumem para receber o selo Empresa Amiga da Criança houve novidade: o desenvolvimento de uma ação de conscientização que deve ser realizada com todos os públicos da empresa, informando sobre os prejuízos do trabalho infantil.

Nenhuma Mensagem em “A Pharmactiva é Uma Empresa Amiga da Criança”

Deixe sua Mensagem!


* 8 = eight